(im)perfeita nostalgia

acompletelife:

Jennifer Blair

“A vida não é justa. Mas também aprendi que é possível seguir em frente, não importa quanto pareça impossível. Com o tempo, a dor… diminui. Pode ser que não desapareça completamente, mas depois de um tempo não é massacrante.”
Querido John.    (via inverbos)
“Mas eu não consigo, de jeito nenhum, falar de saudade sem falar de nós.”
— Café com solidão. (via motivando)
“Eu não quero que você venha falar comigo porquê precisa de ajuda, porquê todo mundo te deixou de lado ou porquê eu mudei com você. Eu só quero que você chegue pra mim tipo “não tenho nada importante pra falar nem quero pedir nada, só tava com saudade da sua voz.”
Vinícius Kretek. (via cissuras)
“You are my 3 AM thoughts.”
— six word story (via forever-and-alwayss)
“Sabe o que eu quero? Eu quero um amor de verdade. Não quero amar de mentira, chorar por mentiras, sofrer por algo que nunca pareceu existir. Eu quero um amor que me consuma, um amor que me leve a cometer as maiores loucuras. Eu quero ser capaz de dizer que tudo o que eu fiz foi por amor, um amor que me deixará cicatrizes quando morrer comigo. Mas nesse momento, agora, eu quero encontrar um amor que valha a pena. Quero sair por ai e esbarrar em alguém do nada, talvez esteja exigindo demais do destino, mas não tá na minha vez? A hora de encontrar minha metade? Ou devo chamar “a metade da laranja”? Eu quero me jogar de cabeça em algo que seja real, em algo que eu sinta dentro de mim como se encaixasse perfeitamente. Eu quero dedicar cada citação apaixonada para alguém, dizer que o amor bateu definitivamente na minha porta e que venho pra ficar. Eu quero a sorte grande, a sorte de ter um amor. E eu estou aqui, de braços abertos, vê se capricha para mim e me traz o melhor que tiver disponível ai!”
— Daiane C (Sonhos Desperdiçados)
“Tenha controle, sua mente diz que não. Mas seu coração bate mais forte, não cai nessa armadilha do coração, ele não bate. Apenas apanha!”
— Promessas Vazias. (via esvaecendo)
THEME